terça-feira, agosto 31, 2004

mistério resolvido

Comecei a ler hoje "Nosso homem em havana", de Graham Greene. Depois retomo "Rumo ao farol". Talvez depois de ler "Laranja Mecânica". Mas este eu não vou comprar a tradução. Dizem que tradução é igual mulher. Quando é boa, não é fiel. E, quando é fiel, não é boa. Posso viver sem traduções, mas não sem mulher. Por isso vou tentar um crédito com os detentores do capital (meus pais) pra poder comprar um livro usado na Amazon.com. 5 doletas, mas com o nosso câmbio, acaba ficando caro, principalmente quando se inclui no preço a taxa de entrega, que fica perto de 7 dólares. Vamos ver, né?

Ah, mistério resolvido porque até ontem eu não sabia qual livro eu iria começar a ler. Ganhei de aniversário o "Quebrando o código Da Vinci", mas, ao começar a ler, vi que precisaria ter lido "O código Da Vinci" antes. Fora que ele trata de um assunto que já não me interessa mais. Quero ler romances. Talvez um dia eu volte a ter uma mente questionadora da religião e goste de ler esse tipo de livro. Mas não ainda. Fica na fila. Aliás, minha fila de livros está bem grande... tem mais de 20 livros. E espero que o número não caia pra menos que isso, é bom poder escolher ao seu gosto o próximo livro quando acaba um. Se eu não tivesse uma fila tão grande, talvez não acharia um livro de acordo com meu estado de espírito atual.

"Nosso homem em havana" foi escrito poucos meses antes da Revolução Cubana de Fidel Castro & Cia. LTDA. É uma sátira a toda aquela coisa de guerra fria que estava acontecendo na época. Depois de ler "A Revolução dos Bichos", que se refere à Revolução Russa, nada mais lógico ler algo sobre a Revolução Cubana, mesmo que seja sátira. O próximo passo pode ser comprar um livro de história e ler exatamente como os fatos aconteceram. Aliás, estou faz tempo querendo comprar a série de livros que contam a ditadura militar aqui no Brasil. De uns dois anos pra cá, me descobri um profundo apreciador da história mundial, quando bem contada, obviamente.

Mas estou na época de ler romances.

Um comentário:

ak disse...

se quiser, vc pode emprestar o livro 'quebrando o código...', sabe? Amei ler o'Código da Vinci'!!