sexta-feira, abril 22, 2005

ainda vai tornar-se um imenso Portugal...

"Sabe, no fundo eu sou um sentimental
Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dose de lirismo
Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar
Meu coração fecha aos olhos e sinceramente chora..."

Fado Tropical - Chico Buarque e Ruy Guerra.