sexta-feira, agosto 12, 2005

3º ano

Tento não ser igual
Não ser apenas mais um
Mas parece tão banal
não me sinto um algum

Minha vida segue assim
Sonho zero, sem visão
Me parece tão ruim
Mas não consigo dizer não

E onde estão os sonhos
que um dia eu defendi?
Me parecem tão distantes...
Onde foi que eu me perdi?