segunda-feira, novembro 28, 2005

resultado!

Fiz 60 pontos de 100.

Mais do que eu esperava.

Menos do que eu podia.

Menos do que eu precisava.

De acordo com o site do Etapa, por enquanto eu passei pra segunda fase. Por enquanto.

Tomara que se mantenha.

Vou tentar dormir (ainda nao consegui, to muito elétrico).

domingo, novembro 27, 2005

FUVEST - volume II

É hoje.

Só que, dessa vez, eu quero passar (será que ainda dá?)

Sei que ninguém mais acessa esse blog, mas é só pra desabafar e liberar tensões para hoje.

Fiz cursinho (intensivão, mas dá pro gasto). Estudei bastante. Fiz aulas particulares de química e física. Ainda assim não me sinto preparado (mesmo porque não terei a ajuda do ENEM). Apesar de achar que me esforcei (muito) mais do que em 2002 (para 2003), e que sei mais do que sabia quando fiz 53 e passei pra segunda fase pra Odontologia, a nota de corte de Ciências Biológicas no ano passado foi 71 e não acredito que vá baixar. Sei, também, que se eu passar pra segunda fase eu já tô quase dentro. Costumo me dar bem em provas abertas (ainda melhor se eu estudar antes, como eu venho fazendo).

Biologia é a carreira que eu deveria ter prestado à época certa, em 2002. Talvez estaria hoje já podendo me sustentar de alguma forma, conhecendo mais a respeito do mundo, conhecendo muita gente nova e lugares novos. "Escolhi" Administração de Empresas por uma fraqueza de personalidade e por imaturidade para manter minha escolha até o final perante à pressão (absolutamente normal) de meus pais que queriam que eu, como eles, fosse cirurgião dentista. Não que eu desdenhe a carreira deles (longe de mim), nem que eu não goste do ambiente ou do objeto de estudo. Mas eu quero me fazer sozinho. Talvez por isso eu tenha "aceitado" a faculdade de administração.

Também não estou dizendo que o curso de Administração seja ruim, chato, maçante, etc. É um curso, sim, interessante, envolvente, que te dá uma visão do mundo que você nunca teria em outra faculdade (exceto Economia). Mas eu simplesmente não quero trabalhar com isso a vida toda. É um mundo individualista, egoísta e muito regido por figurões que transbordam vaidade. Não quero ser um deles. Mas ainda assim vou terminar. Pelo menos enquanto eu estudar Biologia eu terei no que trabalhar (e, modéstia à parte, eu sei que sou bom no que faço).

Quero sair, conhecer, entender, estudar, pesquisar... quero poder transmitir aquilo que eu sei para as gerações futuras, quero poder ajudar em uma situação extrema, quero poder ser útil ao mundo. Este mundo que já nos é tão útil e que a gente não cansa de esquecer que também é vivo. E por isso maltrata.

Hoje vou lá fazer esta prova com o afinco que eu não tive durante três anos de faculdade. Estou preparado para a hipótese de não passar. Se acontecer, ano que vem faço extensivo (melhor para quem recomeça do zero), ENEM e presto outras faculdades fora de São Paulo (Unicamp, Unesp, etc). Pelo menos, assim, eu me forço a sair de casa e cuidar de mim mesmo.

É isso, meu blog. Hoje, vou conhecer meu destino. Torça por mim.