quarta-feira, janeiro 28, 2009

Eu e o aikido em 2009

Perguntaram lá no dojo o que eu pretendo conseguir treinando aikido em 2009.

Confesso que essa é uma pergunta que nunca me fiz. E é muito bom esse estímulo, pois depois de 7 anos treinando (tá, ano sim, ano não), eu deveria conseguir pensar em um motivo pelo qual eu treino aikido e o que eu quero conseguir com ele esse ano.

Mas é uma questão bastante complicada.

Se, por um lado, me prendo bastante à filosofia de O-Sensei Morihei Ueshiba, por outro, tenho aspirações pessoais quando invisto minhas noites da semana em um treinamento dolorido e, às vezes, bem pesado.

Quero vencer a mim mesmo. Quero conhecer meus limites e saber como faço pra ampliá-los. Especificamente pra 2009, quero conhecer onde está minha força vital interior. Quero conhecer o conceito de Ki e saber invocá-lo nas horas mais difíceis. Pelo lado filosófico, de maneira resumida, é nesse sentido que vou guiar meus treinos em 2009.

Os anseios pessoais se entrelaçam com os anseios filosóficos. Conhecer gente legal, aprofundar amizades, conversar e crescer intelectualmente, conhecer coisas novas, mundos que eu ainda não sei que existem, idéias que eu nunca pensei que pudesse ter.

O aikido, pra mim, é mais que só uma arte marcial ou um exercício. É meu encontro comigo mesmo. É o tempo do dia que eu me dedico a mim, tanto fisicamente quanto espiritualmente.  É quando eu paro de me preocupar com o mundo, com o futuro, e só me preocupo com o hoje, agora, aqui.

Em ambos os campos, creio que minhas intenções com o aikido caminham no sentido do crescimento pessoal. Quero terminar 2009 com o sentimento de que o ano foi bom, foi produtivo e que eu cheguei a 2010 melhor. Com mais amigos, maior capacidade pra ouvir e debater idéias, e, porque não, com uma faixa marrom na cintura!

Sei que a faixa é o de menos. Mas é por ela que mostramos o que podem esperar de nós. E quero que, em 2010, todos esperem bem mais de mim do que esperam em 2009.

2 comentários:

Alex P. disse...

Olá Leandro ! Já tinha lido seu comentário lá no meu blog há muitos dias, mas só hoje pude realmente vir aqui para comentar.

O como você chegou lá, não importa. rs Internet tem disso, né ? Muitas vezes eu já cai em cada buraco negro também, sem saber..haha

Bom, apesar de esse não ser o último post, vou comentar aqui por causa do assunto mesmo.

Esse questionamento sobre o que se pretende com o Aikido em 2009 é uma coisa curiosa. Parece uma pergunta boba, sempre achei..rs mas quando me coloquei a respondê-la, achei mais interessante do que imaginava.

Não sei, ainda, o que responder. Certamente passa por alguns pontos em comum com a sua própria resposta, continuar tendo momentos em que o exterior realmente fica de fora, coisa que só o aikido proporciona para mim. Também essa coisa de aprender mais sobre o Ki, em todos os sentidos.

Mas tem outras coisas que ainda preciso elaborar melhor.... para não responder o mais óbvio e evidente, do tipo, continuar treinando porque isso faz um bem incrível fisica e mentalmente, continuar tentando ser menos ruim tecnicamente, entender mais amplamente as técnicas de Aikido etc..

Mas o que pretendo em 2009, com precisão, ainda não sei responder...

Grande abraço !

Leandro Gonçalves disse...

Pois é, por isso acho a pergunta tão interessante... Não só pro aikido, mas pra muitas outras coisas, também. O que eu quero em 2009 da faculdade? O que eu quero em 2009 do laboratório?

Só que a questão foi feita com base no aikido, e é um tanto mais complicado responder isso para uma arte marcial. Fosse essa arte outra (sem citar nomes), talvez a resposta seria óbvia, mas não é o caso do aikido.

É uma pergunta que exige constante reflexão. Ainda não parei de pensar nela e, fosse eu escrever esse post agora, sairia diferente com certeza.

Mas é isso! Valeu pela visita e volte sempre!

Abraço!