sexta-feira, agosto 14, 2009

Ganhando importância!

Saiu no Diário Oficial do Município, como matéria de capa do dia 12 de Agosto de 2009:
Programa Trilhas Urbanas mostra peixes que habitam o aquário do parque da Luz
Evento, nesta quinta-feira (13/08), contará com uma trilha especial que, além de abordar o aquário, levará os interessados a percorrer outros espaços do parque. Será distribuído um folder sobre os peixes.

Nesta quinta-feira (13/08), às 14h, o paulistano está convidado a conhecer alguns habitantes do parque Jardim da Luz: os peixes. O evento contará com uma trilha especial que, além de abordar o aquário, levará os interessados a percorrer outros espaços do parque. Será distribuído um folder sobre os peixes.

As pesquisas para a concepção do folder foram coordenadas por Virgínia Talaveira, coordenadora do Projeto Trilhas Urbanas, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, pela equipe do museu de Zoologia da USP (responsável pela identificação dos peixes do aquário) e pelo estagiário Leandro Rodrigues Gonçalves, com a colaboração de outros estagiários.

Habitam o aquário cerca de 13 tipos de peixes escolhidos para representar uma parcela da fauna aquática sul-americana, entre eles o dourado, acará, curimbatá e outros, doados pela Companhia Energética de São Paulo (Cesp) de Paraibuna. O aquário está aberto para visitações e fará parte do Projeto Trilhas Urbanas, que oferece oportunidade de conhecer e interagir com espaços públicos da cidade por meio de trilhas interpretativas realizadas nos parques municipais.

"Trata-se de um espaço educativo por natureza que nos propicia trabalhar não só com os aspectos da biodiversidade, mas também com a questão da água, uma das grandes preocupações dos dias atuais", explica Virginia Talaveira.

O folder será usado em ações educativas no parque da Luz. O aquário será uma estação especial na trilha monitorada em educação ambiental, que já é desenvolvida e implantada no parque.

"Esse folder é apenas o primeiro produto do projeto que elaboramos. Ainda está por vir um folder sobre a água e sua importância e um livro, que englobará tanto os peixes quanto o ambiente em que vivem", afirma Leandro Gonçalves, coordenador da pesquisa sobre o aquário.

O aquário subterrâneo do parque da Luz foi descoberto durante as obras de restauração do espaço, em 2000. Em pesquisas feitas sobre o aquário aponta que ele data de 1900 e é o aquário mais antigo da Cidade. Ele foi recuperado e hoje é um ponto de visitação importante do parque.

"O aquário do parque da Luz pertence ao paisagismo francês, pois imita a natureza através da sua construção. Atualmente é o mais antigo da Cidade e do Estado, e um dos mais antigos do País e único com entrada gratuita. Além disso, podemos observar os peixes tanto de cima como debaixo d'água, através do lago e da passagem subterrânea", comenta André Camili, administrador do parque da Luz.

O parque da Luz, o antigo Jardim da Luz, é o primeiro parque público da Cidade, criado ainda na época do Brasil Colônia como um Horto Botânico. Em 1825 foi aberto ao público como Jardim Botânico, tornando-se o primeiro espaço público de lazer da população.

As trilhas são realizadas por meio de agendamento prévio, que pode ser feito pelo e-mail equipetrilhasurbanas@gmail.com.

Serviço

Evento: Lançamento do folder do Aquário do Jardim da Luz
Data: 13 de agosto, às 14h
Local: Praça da Luz, s/nº - Bom Retiro - parque da Luz
Sim, senhores, o Leandro Gonçalves citado sou eu!


Nenhum comentário: