sexta-feira, julho 16, 2010

Eu quero um Novo Uno

Estou pensando em trocar meu carro. Quero um Novo Uno, daqueles bonitões, em uma cor bem legal. Mas quero que ele seja 4 portas e flex. Não tem como não ser flex hoje em dia, mas é bom que se frise que eu quero a possibilidade de escolher o combustível mais barato.
Tenho gastado muita grana em gasolina ultimamente. Além disso, meu carro tem alguns probleminhas crônicos que eu já não aguento mais. A pior delas é a falha de todo palio de 2003-2004-2005: a porta não é devidamente vedada. Então, quando chove, entra água pelo vão do vidro e enche d’água. Aí, tem que puxar um dos borrachões que tem na parte de baixo da porta pra água sair. Só o palio tem esse borrachão, o que confirma minha suspeita de que essa é uma known issue do modelo.
Outro problema é a trava elétrica: devido às constantes inundações da porta, danificou-se o sistema da trava elétrica. Ou seja, a porta só trava quando quer e, sempre que eu vou estacionar o carro, tenho que checar diversas vezes todas as portas pra ver se estão travadas. Isso é um saco.
Claro, dá pra arrumar os dois, mas isso significaria, em conjunto com os pneus que já estão quase na hora da troca, gastar uma bela grana de uma vez pra ele ficar novamente usável e confortável de dirigir. Por uma parcela menor do que o total dispendido nessa operação, posso sair de carro novo. E de Novo Uno, que tem sido bastante elogiado pelo design inovador.
Não faço questão de motor 1.4. Mas quero ar condicionado (esse último verão foi foda), o que pode deixar a versão 1.0 inconcebível. E quero também um CD player com MP3 (pra colocar mais músicas do Roberto no CD e contemplar os que pediram outras canções do Rei na minha lista). Quero porta-trecos aos montes, não quero mais ter um carro todo bagunçado ou com tudo amontoado no porta-luvas. E quero um carro bonito. Penso em uma cor grafite, azul marinho ou verde musgo. Não quero nenhuma das invenções de adesivos do Novo Uno, acho isso meio babaca. Quero um carro clean.
Andei pesquisando os consórcios disponíveis aí no mercado, tem como eu me adaptar às parcelas. Só deixaria de fazer outras coisas, como guardar dinheiro para um possível mochilão pelo leste europeu quando me formar em Biologia. Semana que vem, ou talvez hoje, eu vou numa concessionária FIAT pra ver as condições e ver se o Novo Uno é isso tudo mesmo.
Meu pai disse uma coisa certa: carro é patrimônio. O meu já está bastante desvalorizado. Ter um novinho significa ter dinheiro aplicado nele. Fora o prazer de dirigir com aquele cheirinho de carro novo.
Sei que esse post foi muito consumista, mas de vez em quando sonhar não faz mal. Ainda que eu não compre o bichinho, está aqui registrada minha intenção.

Nenhum comentário: